Dia dos Namorados - dicas para vender mais, por mais tempo

O que ainda dá tempo de fazer para vender mais no Dia dos Namorados

O Dia das Mães nem bem passou e o varejo online já está de olho em outra data: o Dia dos Namorados. E não é pra menos, né? De acordo com a Ebit|Nielsen, em 2018 os e-commerces faturaram R$1,77 bilhões com o evento — e isso mesmo diante da greve dos caminhoneiros, que impactou as vendas do período.

Já em 2019, a data superou as expectativas: o número de pedidos cresceu 50%, atingindo a marca de 5,7 milhões e gerando uma receita de R$2,2 bilhões para as lojas virtuais.

Aí chegou 2020. E, com certeza, muitas equipes de performance e branding já tinham suas estratégias de venda traçadas para o período. Ações e campanhas baseadas em dados e insights dos resultados de anos anteriores, como os que trazemos nos nossos relatórios de 2018 e 2019.

No entanto, a pandemia do coronavírus trouxe mudanças profundas no comportamento do consumidor e deixou muitas empresas no escuro, sem saber em que basear suas estratégias para os próximos eventos comerciais do ano. E, a medida que o evento se aproxima, os dias parecem passar mais rápido, ao passo que as metas se tornam cada vez mais desafiadoras.

Agora, se você está se perguntando “o que fazer?”, temos boas notícias. Primeiro: nos unimos ao Opinion Box e fizemos uma pesquisa junto aos consumidores para entender se eles pretendiam comemorar o Dia dos Namorados neste ano, se iam comprar presentes e o que esperavam das marcas nesse período.

A resposta? Mesmo a distância não vai ser capaz de esfriar o clima entre os apaixonados: 57,8% do público tem intenção de comemorar a data e, destes, 67,2% devem presentear alguém. Então respira fundo, porque estamos otimistas.

Aliás, esse otimismo tem outro fundamento: de acordo com o Compre&Confie, no Dia das Mães de 2020, que também rolou durante esse período de crise, o faturamento dos e-commerces mais que dobrou em relação ao ano passado, atingindo os R$6,02 bilhões.

Isso nos leva a crer que as vantagens de se comprar um presente ou encomendar uma refeição online e ter tudo entregue em casa com certeza são decisivas para decisão de compra dos consumidores e se refletem nos bons resultados do varejo virtual, mesmo diante de um período tão complicado.

Mas, vale o alerta: sua marca precisa ficar de olho nas necessidades e desejos do consumidor e investir em estratégias que os ajudem a encontrar o que precisam. E, como a gente vai ver logo mais, já tem muita gente buscando por ofertas que serão entregues a tempo de agradar os mozões.

Então não criemos pânico, que ainda dá para fazer algumas ações para se diferenciar da concorrência e garantir os resultados do seu negócio. Quer algumas dicas? A gente te dá!

Os atrasados do ENEM Dia dos Namorados

Tem muita gente que só conseguiu aquele match de amor no último minuto do segundo tempo. Já outros pombinhos estão juntinhos a tanto tempo que o mimo ficou lá no canto da memória, quase esquecido, até a pessoa receber uma boa indireta. Mas tem também aqueles que, como eu, deixam tudo para última hora – e com o presente de Dia dos Namorados não seria diferente.

Prova disso é que a nossa Pesquisa de Intenção de Compra para a data revelou que cerca de 34% das pessoas que ainda não estavam de olho nas ofertas iriam começar a pesquisar 15 dias antes do evento. Outros 21% devem deixar para buscar com apenas uma semana de antecedência.

Quer ver os dados completos da nossa Pesquisa de Intenção de Compra para o Dia dos Namorados 2020?

Quero!

Uma boa alternativa para garantir a conversão deste potencial cliente que está chegando a sua loja em cima da hora é oferecer algumas condições especiais. Por exemplo: você trabalha com a entrega expressa para algumas regiões? Então faça campanhas segmentadas para os usuários da sua base que podem aproveitar essa oportunidade.

Ao se cadastrar através de um canal da Social Miner, os usuários compartilham dados de navegação e perfil sociodemográfico, entre eles a sua localização. Então é possível segmentar campanhas para um grupo específico de leads, que estão em uma região para qual você pode oferecer vantagens no frete.

Exemplo de campanha de Notificação Push por localização com frete rápido para o Dia dos Namorados

Seu negócio possui também lojas físicas que, tradicionalmente, concentram a maior parte das vendas em datas como o Dia dos Namorados? Então pode ser que a compra online seja uma novidade para grande parte do seu público.

Sabendo disso e, tendo em mente também que neste período as pessoas não buscam algo para si, mas para presentear e por isso podem ter dificuldades na escolha, vale usar recursos de comunicação para orientar os visitantes do site, fazendo uma venda “consultiva”, que os aproxime da experiência oferecida nos estabelecimentos da sua marca.

Gerando leads qualificados

Muitas empresas optam por desligar campanhas de identificação de leads durante datas comerciais como o Dia dos Namorados. Isso para poder concentrar todos os investimentos em campanhas de conversão. E sim, a ideia é vender muito nessas datas. Mas deixar suas estratégias de cadastro de lado nesse período pode ser também um erro.

A gente sabe que, apesar de registrar um alto volume de visitantes nos sites, nem todo mundo chega a comprar na sua loja durante esse período. Mas é justamente por atrair um tráfego atípico em ocasiões como essa que sua marca não pode se dar ao luxo de dispensar a oportunidade de cadastrar mais usuários.

E o Dia dos Namorados é uma data especialmente boa para lançar campanhas de aquisição. Por quê? Bom, em geral, quanto maior o número de visitas, menor a taxa de conversão para cadastros, certo? Só que durante o evento de 2018, por exemplo, identificamos que a medida que a data se aproximava, crescia o número de cadastros, aumentando até 5% entre os dias 30 de maio e 12 de junho.

Relatório do Dia dos Namorados 2018 revela a taxa de cadastros por semana

Essas pessoas demonstraram interesse na sua marca e, mesmo não estando prontas ou dispostas a comprar imediatamente, elas são clientes em potencial. São consumidores com quem você não só pode, como deve se relacionar, entender o perfil de consumo para se comunicar de forma personalizada e ajudá-los a evoluir na sua jornada até tomar uma decisão de compra – mesmo que ela só aconteça no futuro.

E como potencializar o cadastro nesse período?

Bom, uma alternativa que funciona muito bem nos nossos canais de identificação é a oferta de vantagens e benefícios que incentivam o cadastro. Um desconto ou brinde especial para quem se conectar com a sua marca pode ser o que vai garantir o sign up de novos visitantes, sem pesar para o seu negócio.

E tem mais: com um cupom na mão, a chance desse lead converter aumenta – e muito! –, né não?

Exemplo de comunicação para cadastro via Social Lightbox para o Dia dos Namorados

 

Pensando na retenção

Que loja não ama aqueles clientes que são fãs, compram sempre e até compartilham sobre seus produtos nas redes sociais? E o que a sua marca tem dado em troca para eles? Pois é… Na correria de criar campanhas para vender muito no Dia dos Namorados, muitas companhias se esquecem deles.

Prova disso é que, de todos os consumidores que compraram no Dia dos Namorados em 2018, apenas 6% tinham comprado na mesma loja no mesmo período de 2017. 🙁

A boa notícia é que dados históricos da nossa base revelam que em 2019 esse número subiu, passando para 13,5%. E, de acordo com a nossa pesquisa de intenção de compra para este ano, cerca de 60% do público tem intenção de comprar com marcas que já conhecem.

E é a confiança — seja na marca, na qualidade dos produtos, no compromisso com a entrega ou com o melhor preço — que deve fazer com que as pessoas voltem para sua loja.

 

Portanto, se você quer se diferenciar da concorrência, não esqueça de dar aquela atenção especial para retenção — sua performance e a qualidade da experiência do consumidor são resultados de uma mesma estratégia e devem andar juntas.

Afinal, o cliente que já comprou na sua loja e saiu satisfeito tem muito mais chances de comprar de novo. E é muito mais barato (5x mais mais barato) e sustentável você investir nele do que conquistar um novo.

E como trabalhar a fidelização?

Dá pra lançar campanhas especiais, com foco nesse público, baseado no seu comportamento e interação com a sua loja. Eles compraram com você no último Dia dos Namorados? Você pode trazer uma memória afetiva sobre essa sua experiência juntos e oferecer um cupom para manter a tradição…

Exemplo de e-mail humanizado que trabalha a fidelização para o Dia dos Namorados

Inclusive, nosso guia de linguagem e estratégias adequadas para a data aponta que a oferta de benefícios financeiros claros aliada a uma comunicação com apelo emocional podem gerar um incremento médio de 26,9% na taxa de clique (CTR) das campanhas. Então, se puder, dê um desconto e faça com que esse público se sinta ainda mais especial.

E o que fazer ~~depois~~ que o Dia dos Namorados acaba?

Você conquistou muitos clientes? Sensacional! Mas você não precisa parar na primeira conversão. Estudos da nossa base — que hoje já conta com mais de 43 milhões de cadastros – mostram que depois do Dia dos Namorados de 2017 o consumidor voltou a comprar na mesma loja, especialmente nos três meses seguintes.

Relatório do Dia dos Namorados 2018 revela a taxa de recompra nos meses que seguem a data comercial

Ou seja: dá para criar estratégias especiais para esse público, que tem uma potencial maior e conversão. Aqui vale lembrar daquele produto que ele deixou pra trás, oferecer algo relacionado com o que ele comprou anteriormente, e o que mais a sua criatividade mandar.

Outro exemplo de campanha Notificação Push para o Dia dos Namorados

Últimos ajustes

Datas comerciais como o Dia dos Namorados demandam bastante das equipes de mídia. Trabalhando diretamente na atração de visitantes para o site, essas pessoas sabem que bons insights sobre o perfil do consumidor podem ser valiosos na hora de testar audiências e otimizar segmentações das campanhas.

E a gente pode ter o que você precisa aqui. Nesse post você encontra dados do nosso  relatório de 2018 e aqui pode baixar o material referente a 2019. Os conteúdos revelam como as pessoas chegaram até os sites — pelo Google, anúncios nas redes sociais, e-mail marketing? —, quais dispositivos usaram para acessar as lojas — desktop, celular, tablet? —, as categorias mais procuradas, e muito mais.

Além disso, a gente lançou a Pesquisa de Intenção de Compra para a data, que já citamos nesse post. No material ouvimos mais de mil consumidores, de todo o Brasil, e revelamos o que as pessoas devem comprar mais, quanto pretendem investir nas compras, em que lojas, entre outras informações. Para baixar o conteúdo gratuitamente é só clicar aqui. 🙂

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *