A performance do setor de Beleza e Saúde no 1º semestre de 2019

E-commerces de Beleza e Saúde: o comportamento do consumidor no 1º semestre de 2019

De acordo com a pesquisa Webshoppers, da Ebit|Nielsen, os e-commerces cresceram 12% em 2018. Mas o mais interessante para a gente é que muito desse resultado se deve a expansão de categorias “de giro rápido”, como Fraldas, Remédios e, especialmente, Perfumaria e Cosméticos — que, para se ter uma ideia, registrou um aumento de 51% no volume de pedidos no ano passado.

E o que essas categorias de produtos têm em comum? Todas compõem o segmento de Beleza e Saúde. O setor, aliás, aparece frequentemente em destaque nas nossas pesquisas de intenção de compra e relatórios de performance do varejo virtual em datas comerciais.

No nosso Relatório do Comportamento do Consumidor Online em 2018, por exemplo, Beleza e Saúde aparece no topo das categorias mais vendidas, representando 35,78% das conversões.

Portanto, se o seu negócio pertence ao segmento, é hora de entender a fundo o perfil do seu público, otimizar estratégias e se destacar da concorrência.

Para te ajudar nessa missão, preparamos um relatório exclusivo com dados de consumo de Beleza e Saúde no primeiro semestre de 2019 e trazemos dicas de como aplicar estes insights nas ações de marketing e vendas nos próximos — e decisivos — meses.

Inclusive, se você quiser ter esse material em PDF para consultar sempre que precisar, é só baixar ele gratuitamente aqui. 😉

Quero!

A variação de vendas no dia a dia

Parece que o Dia do Consumidor — também conhecido como “Black Friday do primeiro semestre” — não foi só hit para os e-commerces como um todo, mas especialmente para categoria de Beleza e Saúde.

Afinal, 15 de março — data em que o evento é comemorado — registrou o pico de vendas da categoria nos últimos 6 meses. E isso não é à toa: de acordo com o nosso Relatório do Dia dos Consumidor 2019, Beleza e Saúde concentrou a maior parte das conversões durante o período analisado, com representatividade de 35,04%.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas dia a dia no 1º semestre de 2019

Planejando com antecedência

Bom, se sua marca não costuma se planejar com antecedência e criar ações especiais para eventos como o Dia do Consumidor, fica a nossa dica para surfar essa onda. Aproveite as datas que ainda estão por vir — Dia dos Pais, das Crianças e, claro, a Black Friday! — para cadastrar novos leads, engajar sua base de forma personalizada e vender muito.

E se você ainda tem dúvidas do potencial das datas comerciais, fica aqui outro insight sobre a performance do setor: o segundo maior pico de vendas de produtos de Beleza e Saúde aconteceu no dia 22 de maio, a exatamente três semanas do Dia dos Namorados. É ou não é muita coincidência?

E tem mais: adivinha que categoria, de acordo com o nosso relatório, também ficou no topo das vendas na data dos mozões! Pois é… e você pode conferir todos os resultados do evento baixando o material aqui.

E agora, as vendas mês a mês

Quando a gente observa o volume de vendas da categoria mês a mês fica ainda mais clara a eficácia das datas comerciais em puxar as vendas, sendo que os meses de março e maio, em que trabalhamos o Dia do Consumidor, Dia das Mães e Dia dos Namorados, são os mais representativos.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas mês a mês no 1º semestre de 2019

A representatividade de gênero nas vendas

Identificamos que 82,4% dos consumidores que compram produtos de Beleza e Saúde se declararam como sendo do gênero feminino, enquanto o gênero masculino tem apenas 17,6% de representatividade.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas por gênero no 1º semestre de 2019

É importante destacar, porém, que este gráfico representa somente as conversões daqueles usuários que, de fato, identificaram seu gênero e, portanto, não corresponde a base completa da Social Miner.

#Dica

De todo modo, para incentivar a penetração da categoria junto a públicos do gênero masculino, sua marca pode investir em campanhas especiais. Por exemplo: por que não aproveitar o Dia dos Pais para lançar uma ação em que, comprando cosméticos para os pais, os filhos também levam algo da linha?

E olha, a gente não tá te dando essa dica à toa. Nosso Relatório do Dia dos Pais de 2018 mostra que o segmento de Beleza e Saúde representou 35% das vendas no período (para conferir os dados completos desse estudo é só clicar aqui).

Uma visão Brasil

Os estados que mais compram da categoria de Beleza e Saúde — bem como dos e-commerces em geral — são São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas por estado no 1º semestre de 2019

E, sendo a região com os estados com maior representatividade em vendas, o Sudeste fica no topo da lista dos que mais geram conversões para o segmento.

No entanto, o destaque fica para o Nordeste, que aparece em segundo lugar, concentrando 17,51% das vendas.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas por região no 1º semestre de 2019

As visitas, dia a dia

Como a gente falou, datas comerciais atraem um alto tráfego de consumidores — sedentos por promoções — para os e-commerces. E com a categoria de Beleza e Saúde não foi diferente.

Tanto que 15 de março, Dia do Consumidor, foi a data em que o setor mais registrou visitas, seguido dos dias 30/05 e 04/06, a pouco mais de uma semana do Dia dos Namorados.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas visitas dia a dia no 1º semestre de 2019

Vendas e visitas por device

Apesar de pesquisar bastante através de dispositivos móveis, o consumidor de Beleza e Saúde ainda opta por comprar pelo desktop.

Mas vale lembrar que, comparado a média dos e-commerces, apurada no Relatório do Comportamento do Consumidor Online em 2018, existe um equilíbrio bem maior na distribuição das conversões entre desktop e mobile no contexto de Beleza e Saúde.

Se, no geral, 76% dos usuários compram pelo desktop, esse número cai para 61,2% quando observamos apenas o público deste segmento.

Relatório revela a performance do setor de Beleza e Saúde nas vendas e visitas por device no 1º semestre de 2019

Preço e ticket médio da categoria

O preço médio dos produtos de Beleza e Saúde, no primeiro semestre deste ano, foi de R$94,32. Já o ticket médio dos pedidos do segmento ficou em R$148,45.

Big Numbers – Social Miner

Quando analisamos a performance das empresas de Beleza e Saúde que adotam a nossa plataforma e metodologia de People Marketing, temos os seguinte resultados:

Notificações Push

Quem não quer uma ferramenta que te ajude a resgatar aquele consumidor que já não visita a sua página há algum tempo? Pois as Notificações Push fazem isso muito bem, se baseando no comportamento de navegação dos seus leads para entregar mensagens altamente personalizadas, com aquilo que eles gostam ou precisam.

Para você ter uma ideia, a média de taxa de clique (CTR) das campanhas de Push da categoria de Beleza e Saúde no primeiro semestre deste ano foi de 7%. Só que pode ficar melhor: o canal atingiu até 17% de CTR no período.

E-mail Humanizado

O e-mail marketing não morreu. Na verdade tudo o que ele precisava era de uma boa dose de humanização para continuar sendo um dos maiores aliados do varejo virtual. Isso porque ele é essencial para engajar os consumidores e garantir mais conversões.

E, para o setor de Beleza e Saúde, o canal atingiu um CTR médio de 9% nos primeiros 6 meses de 2019 e a melhor campanha de E-mail Humanizado chegou a 15% de CTR.

Conclusão

Bom, deu pra ver que o momento não poderia ser melhor para as empresas de Beleza e Saúde explorarem suas estratégias de venda, investir no estudo dos perfis dos seus públicos e em formas de melhorar a experiência do consumidor para se projetar da concorrência.

Afinal, seja nas datas comerciais ou quando olhamos para a performance do varejo virtual ao longo de todo um ano, o setor vem liderando a representatividade de vendas e se destacando em diversos relatórios — tanto nos de importantes organizações como a Ebit|Nielsen, quanto nos nossos, que já viraram tradição. 🙂

E se você quiser conferir mais materiais como esses, a gente tem uma seleção de estudos dos principais eventos do varejo virtual, além daqueles dedicados para categorias — como esse e o da performance de Moda no primeiro trimestre de 2019. Você encontra todos aqui.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *