Notificação Push

Notificações Push: como esse canal ajuda seu e-commerce a vender mais

A gente sabe que para dar um gás nas vendas, seu e-commerce passa um dobrado. Afinal, as ações de marketing demandam um bom investimento nem sempre o retorno atinge o esperado. Mas e se a gente te dissesse que não precisa ser assim?

Usando a ferramenta certa e a melhor estratégia de comunicação, sua loja pode gerar mais engajamento e aumentar as oportunidades de conversão e vendas do seu site. Estamos falando das Notificações Push. Você conhece esse canal?

O que são as Notificações Push?

Sabe aquelas mensagens que aparecem no cantinho direito inferior da tela do computador ou no celular, que levam mensagens com alguma promoção, conteúdo ou produto para as pessoas que se cadastraram em um site? Pois então: essas são as Notificações Push.

O recurso é excelente para resgatar de volta para o site aquele lead que não tem visitado a sua página ultimamente ou aquele potencial cliente que abandonou o carrinho cheio, por exemplo, criando mais oportunidades de conversão.

Esquema mostra como aparece a Notificação Push no desktop vs mobile

Como funcionam?

O canal funciona basicamente assim: quando uma pessoa se cadastra num site, em geral é convidada a permitir o recebimento de notificações – entre elas, as Notificações Push. Dessa forma, marcas são autorizadas a entregar mensagens automatizadas, tanto na web quanto nos aparelhos mobile.

Além disso, nas mensagens enviada pelo Push, o site pode explorar recursos de texto e imagem, oferecendo um conteúdo cada vez mais personalizado para os consumidores.

Qual é o conteúdo das mensagens?

Isso quem vai definir é a sua marca. As empresas têm a liberdade de customizar o conteúdo das campanhas e segmentar o público que vai receber cada comunicação de acordo com o seu perfil de navegação e consumo.

Um exemplo? Vamos supor que seu e-commerce venda material escolar. Lápis, caneta, réguas, além de uma infinidade de opções de cadernos. Capa dura, colorido, pautado ou liso… tem para todos os gostos. Ainda bem, porque as amigas Ari e Brenda vão precisar de variedade.

A Ari está sempre pesquisando por produtos mais minimalistas. Na papelaria procura cadernos de capa lisa, de preferência preto e branco, de espiral e pauta simples. Já a Brenda gosta de cores e estampas – as geométricas são as suas favoritas – e quer cadernos sem pauta, para deixar sua criatividade fluir nas páginas brancas.

Conhecendo os gostos e hábitos de consumo dessas duas pessoas, sua marca provavelmente não vai oferecer o mesmo tipo de caderno para cada uma delas, nem se comunicar da mesma forma, né?

Pois é… através das Notificações Push é possível enviar mensagens personalizadas para cada uma delas, de acordo com seus interesses e limitações, mostrando que sua loja sabe, sim, o que cada uma gosta. Irresistível, né? Elas também acham!

E quais são as vantagens de ter o canal?

Considerando que o Google Chrome tem pra lá de 1 bilhão de usuários no mundo, sendo o navegador mais popular no Brasil, podemos dizer que as Notificações Push no Chrome são uma das melhores opções para impactar o público na web.

“Ah, mas o canal só se aplica no Chrome”? Não. É importante destacar que outros navegadores, como o Safari, também permitem o uso das Notificações Push. E mais: através delas, sua marca garante que ofertas e conteúdos cheguem para os visitantes do site, independente do aparelho em que estejam conectados – seja pelo celular, tablet ou desktop.

Só que as vantagens não param por aí. Com a ferramenta sua empresa também pode criar diferentes tipos de campanhas – automáticas ou manuais –, customizadas com texto e imagem, altamente personalizadas, atendendo diferentes segmentos de público, de acordo com suas necessidades.

Campanhas automáticas vs Campanhas Manuais

Como a gente disse, você pode usar as Notificações Push para criar dois tipos de campanha: automáticas e manuais.

As automáticas são aquelas que usam algum algoritmo de inteligência para segmentar a base de usuários cadastrados e definir quais pessoas receberão a mensagem. A tecnologia por trás dessa estratégia é, aliás, a razão pela qual essas campanhas performam tão bem.

Por exemplo: aqui na Social Miner, analisamos a performance das campanhas de Push e descobrimos que aquelas que usam nosso algoritmo tem uma conversão até 3 vezes maior do que as campanhas em que o público é definido manualmente.

No entanto, nem por isso sua marca deve abolir as campanhas manuais. Apenas escolher a dedo os momentos de usá-las – como no caso de ofertas relâmpago, queima de estoque e lançamento de novidades quentinhas, que acabaram de chegar no site. Isso porque, no caso das campanhas manuais, as notificações são enviadas para uma base de contatos segmentada manualmente.

Um exemplo

Para mostrar como funciona a dinâmica das campanhas automáticas vs campanhas manuais, vamos voltar ao caso da Ari e da Brenda. Se sua marca não quer que elas saiam do seu site sem encontrar o caderno perfeito, vale montar uma campanha automática que esteja constantemente acompanhando o comportamento de navegação de cada um dos seus usuários, inclusive delas.

Dessa forma, se a Ari entrou no seu site e namorou um caderno mais de três vezes e, de repente, ele entrar na promoção, você pode avisá-la que esse artigo está com um precinho incrível e que ela não pode perder essa chance de comprar. Afinal, quem não gostaria de receber uma notificação avisando que aquele produto favorito acabou de cair de preço?

Por outro lado, sem a inteligência por trás das campanhas automáticas, a Ari poderia receber uma série de campanhas oferecendo cadernos coloridos, nos quais ela tem pouquíssimo ou nenhum interesse. Resultado? As chances de ela comprar na sua loja despencariam.

Agora, vamos supor que o seu site de papelaria está queimando os estoques de cadernos. São várias opções, para todos os gostos. Como o foco da campanha é o precinho irresistível, você pode fazer uma campanha manual e enviar essa oferta para toda a sua base de contatos que andou pesquisando cadernos, incluindo a Brenda e a Ari. Não há nenhum prejuízo nisso 🙂

Ou seja, escolher a segmentação certa para a sua campanha vai garantir o sucesso da sua estratégia de marketing com o Push Chrome. Nesse contexto, a medida que sua marca acerta mais no gosto do público, mais se torna adorada.

Afinal, ao apostar numa segmentação inteligente, sua empresa está trabalhando com foco no consumidor, dando informações úteis e que realmente são relevantes para as pessoas.

Esquema mostra exemplo de Notificação Push personalizada

Push no desktop vs Push no mobile

Antes de mais nada, vamos entender como os usuários autorizam o recebimento das Notificações Push. Quando as pessoas acessam um site, elas precisam ser convidadas a se cadastrar na base de contatos da página. O próprio browser do Chrome já tem uma opção padrão para que os usuários permitam o envio das notificações.

No entanto, com o objetivo de aumentar essas conversões, a gente desenvolveu uma nova interface de cadastro (Push Opt-in) que garante mais chances de conversão.

Esquema mostra Opt-in para Notificação Push no Chrome

Essas mensagens aparecem na tela dos visitantes, chamando as pessoas para se cadastrarem. Quer aumentar suas chances de conversão? Nossa dica é oferecer algum brinde, descontos ou vantagens em troca do cadastro.

Nesse sentido, uma vez que você depende do cadastro do usuário, é importante dizer que navegadores do desktop e dos aparelhos mobile (celulares e tablets) são independentes.

Isso quer dizer que, para sua marca conseguir impactar os visitantes nos dois tipos de dispositivo, é preciso que o visitante dê opt-in no seu site tanto no computador quanto no celular, por exemplo. Isso também significa que uma pessoa pode, por exemplo, permitir que seu site envie notificações exclusivamente em um dos dispositivos que usa.

Mas a pergunta que não quer calar é: vale a pena?

A resposta é: SIM! Rodar campanhas de Notificação Push, seja na web ou no mobile, aumenta o engajamento do seu público e as chances de conversão de vendas. Por isso, é essencial que a sua marca use a ferramenta de forma inteligente, traçando boas estratégias de campanhas automáticas e manuais, tomando todos os cuidados para que o canal não vire um disseminador de SPAM.

Nos dispositivos móveis, as Notificações Push abrem caminho para que sua marca se comunique com os seus consumidores de uma forma muito mais pessoal. E mais: elas podem ser usadas em um momento de descoberta do usuário, trazendo visitantes e/ou clientes de volta para o site.

Já no desktop, a ideia é utilizar as notificações de forma mais direta e focada em vendas, já que, em geral, as pessoas ainda preferem finalizar suas compras pelo computador.

Quer ter esse conteúdo completo, em PDF?

Quero!

Como implementar a ferramenta?

Por ter API – isto é, a interface que permite a comunicação entre dispositivos ou sistemas – aberta, o Push para o Chrome pode ser implementado no seu site livremente. O Google tem, inclusive, um material bem completo com um passo a passo do que precisa ser feito para integração.

Mas, a não ser que você seja um ninja dos códigos, é bem provável que sua empresa vá precisar de um programador para ativar essa funcionalidade.

Agora, se você quiser simplificar e entender melhor como tudo acontece, que tal falar com um dos nossos Miners? É só clicar aqui 🙂 Eles vão muito além dos códigos e mais: podem te dar vários insights e te ajudar com as estratégias para usar o canal.

Dicas para usar as Notificações Push – o guia dos mestres

Para se dar bem com as Notificações Push e aumentar a conversão do seu site, é preciso usar a pessoalidade do canal a seu favor e investir forte na segmentação do público e na linguagem humanizada.

Todo esse cuidado é para garantir que sua marca se projete no mercado como uma empresa que investe em uma comunicação personalizada e não invasiva – ou seja: nada de SPAM! Para te ajudar nessa missão, destacamos algumas dicas que podem te guiar nas estratégias de campanha.

Dica #1 – Fale com as pessoas certas e do jeito certo

Um dos grandes desafios na criação de campanhas de Notificação Push é a segmentação. Ou seja: o objetivo nessa fase é garantir que todas as mensagens levem informações relevantes para o seu consumidor.

Nesse sentido, sua marca precisa focar nos interesses exclusivos de cada pessoa, usando a personalização a favor da sua marca. Do contrário, os seus usuários irão simplesmente desativar essa funcionalidade.

Esquema mostra Notificação Push personalizada

Quando falamos de Notificações Push, o ideal é ter um algoritmo por trás das ações. Através do cruzamento de dados, a tecnologia ajuda a sua empresa a entender os diferentes perfis do seu público e orientar o envio da mensagem mais adequada para cada uma dessas pessoas.

Nesse sentido, informações pessoais como nome, idade, sexo e localização são combinadas a dados de comportamento e navegação para garantir cada vez mais assertividade. Tudo isso com muito mais rapidez e em proporções escaláveis, atendendo a um alto volume de pessoas.

Dica #2 – Priorize. Não sobrecarregue esse canal

Alcançar e envolver seus consumidores com a sua marca é maravilhoso. E, uma vez que você vê os resultados desse canal multiplicando, é fácil ficar empolgado. Mas lembre-se: no universo das Notificações Push, qualidade vale mais que quantidade. Então não soterre seu público com mensagens no celular ou no navegador todos os dias.

Dê prioridade para as notificações que trazem mais resultados para o seu site e use e abuse dos testes A/B – adapte os textos e imagens, por exemplo, para descobrir qual conteúdo converte mais.

Dica #3 Ganhe o seu consumidor, mesmo antes da venda

As Notificações Push são um ótimo canal para investir no seu relacionamento com o cliente. Usar o canal para trabalhar a fidelização e o atendimento personalizado pode garantir consumidores mais satisfeitos, que voltam a comprar com a sua loja e, quiça, se tornam novos embaixadores da marca. São essas pessoas que vão fazer propaganda gratuita da sua empresa, seja nas redes sociais ou no boca a boca.

A companhia aérea United Airlines, por exemplo, usou as Notificações Push para avisar seus clientes sobre uma mudança no portão de embarque de um voo e, assim, garantir mais conforto e conveniência para o passageiro. Resultado? O cliente, que com certeza valoriza o seu tempo, ficou tão satisfeito que postou um elogio para a marca no seu Twitter.

Esquema mostra como uma ação de Notificação Push bem pensada agrada os consumidores e gera feedbacks positivos

Dica #4 Enviar uma notificação no momento certo realmente importa

O momento certo para enviar uma Notificação Push pode ser determinante aos olhos do cliente. É isso que vai diferenciar a mensagem como sendo algo útil ou um simples – e chato – SPAM.

Nossa dica é ficar de olho nas métricas de conversão do canal: qual dia apresenta maiores taxa de clique e vendas pela ferramenta? E qual é a melhor janela de tempo – no fim da manhã, à tarde ou à noite? Use esses dados para programar a entrega de campanhas nesses dias e horários e aumentar suas chances de conversão.

Sua marca pode também ir além e usar benchmarks de mercado que apontam os dias da semana em que o público mais costuma comprar, datas com pico de visitas, cadastros e vendas.

Aqui na Social Miner, por exemplo, lançamos vários relatórios, especialmente para datas comerciais como Dia do Consumidor, Dia das Mães, Dia dos Pais, Black Friday, entre outros, que incluem dados como esses.

Dica #5 Checklist das campanhas

Antes de lançar uma nova campanha, responda:

  • Esta é a hora certa para enviar essa notificação para meu cliente?
  • Dá para segmentar mais, com dados de comportamento e perfil do consumidor, para ajudar a tornar esta mensagem mais relevante para essa pessoa?
  • Quantas outras notificações foram enviadas dentro da última hora/dia/ semana/mês?
  • Que tipos de notificações funcionaram no passado? E, se funcionaram daquela vez, podem funcionar de novo?
  • Qual o objetivo das mensagens enviadas para este cliente? São educativas? Personalizadas? Tenho à mão todos os dados que preciso levar em consideração?

Conclusão

Pelo que mostramos aqui, dá para ver como as Notificações Push são uma ótima maneira de gerar engajamento e aumentar as oportunidades de conversão e vendas do seu site.

O canal é superpessoal e, se usado com uma boa estratégia, focado nos gostos e preferências do seu consumidor, ele garante que o produto certo chegue para a pessoa certa, no melhor momento e pelo dispositivo que o usuário mais usa. Isso garante mais chances de conversão e sucesso nas suas campanhas.

Vai uma ajudinha ai? Vem bater um papo com a gente!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *