Guia do On-site Message canal de marketing digital converte até 4x mais

On-site Message: o canal que converte até 4x mais

As On-site Messages superam a performance de banners nativos e ajudam empresas a guiar a navegação dos seus usuários para criar mais oportunidades de vendas.

Se você está no mercado do varejo online, com certeza sabe: as dores do seu consumidor são as suas dores. Ou seja, se ele tem dificuldade para encontrar um produto no seu site ou mesmo para se decidir sobre que peça levar, isso significa que você pode perder essa venda. E isso é um problema.

Agora, já imaginou se você pudesse contar com um assistente para acompanhar cada visitante do seu e-commerce, atendendo a todas as suas necessidades, dando dicas e criando mais chances de venda para sua loja? Pois é… essa solução já existe e se chama On-site Message.

A importância de estimular a navegação com o on-site message

O problema

Cerca de 98,5% dos usuários que acessam um e-commerce saem dos sites sem comprar nadinha. Mas isso não quer dizer que aquele usuário não gostou do seus produtos, nem que ele não venha a fechar uma venda no futuro. Quer dizer apenas que ele não estava pronto para comprar.

Mas aí você se pergunta: “e existe alguma coisa que eu possa fazer para ajudar esse cliente a avançar na sua jornada de compra?”. Bem, na verdade existe, sim.

Estimular a navegação é importante

A gente fez um estudo que revelou que quanto maior o número de páginas acessadas por um usuário, maiores são as chances dele converter uma compra. Com isso, conseguimos prever, com baixíssimo grau de erro, a probabilidade de um visitante comprar ou não, com base no seu comportamento de navegação.

Estudo revela que quanto maior o número de páginas acessadas por um usuário, maiores são as chances dele converter uma compra

 

Mas o mais legal é que, sabendo disso, sua marca pode investir em ferramentas que estimulem a navegação do visitante no seu site, adaptando o conteúdo das mensagens e as páginas de direcionamento de acordo com o perfil daquela pessoa – seja pela origem, a categoria acessada, entre outros.

Dessa forma dá para guiar estes visitantes, oferecendo o que ele precisa naquela etapa da sua jornada e multiplicando as oportunidades de venda. E sabe qual canal pode fazer isso pelo seu site, como nenhum outro? O On-site Message.

O que é o On-site Message

O On-site Message é um canal que sua marca pode usar para se comunicar com o usuário toda vez que ele já estiver dentro do site. Ele envolve aqueles usuários que já estão na sua página, estimulando a navegação, além de direcionar o seu visitante exatamente para a página que sua marca determina, aumentando as chances de conversão.

Por exemplo: se você tem uma página de promoções que converte muito bem ou uma categoria de produtos mais vendidos que são os queridinhos da sua marca, direcionar aqueles visitantes que estão em páginas frias, como a home do site ou o blog, para essas páginas mais quentes, pode aumentar as suas chances de vender.

Como funciona o canal

O On-site Message é um canal usado para interagir com os visitantes que já estão dentro da sua página. Ou seja, seu objetivo não é atrair os usuários para o site e, sim, conversar com aquelas pessoas que já estão navegando.

Como funciona o on-site message

Ao acessar uma página que tem uma ação de On-site Message programada, o usuário será impactado pela comunicação da marca. Ele aparece primeiro como uma bolinha, como se alguém estivesse escrevendo algo, e depois é aberta uma caixinha com a mensagem.

Sendo assim, a ferramenta pode usar filtros de segmentação de acordo com a URL, origem ou parâmetro. Com eles é possível construir uma linha criativa para as campanhas, customizando suas histórias de acordo com a jornada do usuário, levando em consideração a mídia de onde essa pessoa veio, as páginas que visitou ou em que campanha clicou.

Isto é, dá para fazer com que o canal só dispare campanhas para aquele visitante que chegou ao site através de um anúncio do Facebook, do Google ou como resultado orgânico de uma publicação do Instagram. Ou ainda disparar mensagens para as pessoas que visitaram páginas sobre sapatos, botas ou sandálias.

Não é o caso? Então que tal selecionar a segmentação apenas para aquelas pessoas que clicaram na campanha de dia das mães, dia dos namorados ou do dia do frete grátis?

Filtros de segmentação

Segmentação por URL: vamos supor que seu e-commerce venda sapatos e esteja criando campanhas para queima de estoque de botas. É possível usar o On-site Message para exibir mensagens que informem os usuários sobre os descontos irresistíveis em todas as páginas que incluam a palavra “bota” na sua URL.

Segmentação por URL do on-site message

Segmentação por origem: nesse caso é possível programar o bloqueio ou disparo de campanhas de acordo com a origem do usuário. Isso significa, basicamente, que sua loja pode bloquear ou permitir o envio de mensagens On-site Message para todos os usuários que vierem do Google ou via Facebook, por exemplo.

Segmentação por origem do on-site message

E por que isso é interessante? Vamos supor que sua empresa saiba que aqueles usuários que chegam ao seu site organicamente (isto é, não por anúncios pagos) em geral deixam o site rapidamente e não engajam.

Então, estrategicamente, seria interessante disparar mensagens On-site Message para essas pessoas, a fim de estimular sua navegação no site e criar novas oportunidades de venda.

Por outro lado, se você identifica que os usuários que chegam organicamente à sua loja através do Google apresentam altas taxas de conversão, é possível bloquear o envio de mensagens pelo On-site Message nesse caso, uma vez que este grupo já apresenta uma tendência de comprar dentro do site.

Segmentação por parâmetro (UTM): UTM é um código padrão que pode ser inserido em algumas URLs para rastrear aquela página em específico. Basicamente, usando esse código é possível rastrear pelo Google Analytics a fonte de todos os acessos a essa URL parametrizada.

Ou seja, usando a segmentação por parâmetro, dá para usar a UTM (que indica a origem, mídia, campanha) para garantir que as comunicações via On-site Message não apareçam para aqueles usuários vindos de campanhas específicas ou ainda para dar continuidade a uma conversa com o cliente, de acordo com o canal que ele vem.

Segmentação por parâmetro (UTM) do on-site message

 

Por exemplo: é possível programar uma mensagem especialmente para os visitantes que vieram do Instagram, os quais aparecem identificados com a UTM “source = instagram”.

Exemplo de segmentação por parâmetro (UTM) do on-site message

Além disso, da mesma forma que dá para criar critérios de visualização, sua loja também consegue negativar páginas para que certa mensagem apareça para todas “UTMs” exceto “source = facebook”, por exemplo.

Vantagens

O On-site Message é um canal que traz muita flexibilidade para as empresas, que podem definir a página em que a notificação vai aparecer, a mensagem que ela vai levar e para onde a pessoa que clicar será direcionada.

Ou seja, ele funciona como um facilitador da navegação do usuário, permitindo que a marca direcione o seu público para um caminho que garanta mais conversões.

Além disso o On-site Message pode ser usado para envolver o usuário e fazer com que ele permaneça mais tempo no seu site. E, como a gente sabe, quanto maior a duração da sessão, maiores são as chances desse usuário converter uma compra.

E como fazer isso? Para começar, através do Google Analytics as empresas conseguem identificar quais são as páginas que têm as maiores taxas de rejeição (bounce rate) ou ainda qual é o número médio de páginas visitadas durante a navegação de um usuário.

Sabendo disso, vamos supor que o seu site tenha uma média de páginas visitadas muito baixa. Então, uma alternativa para aumentar o tempo de permanência do visitante no site é programar o disparo de uma campanha via On-site Message que leve essa pessoa para outra página, estimulando sua navegação.

Outra vantagem é que esse canal se destaca de comunicações mais tradicionais. Por exemplo: por mais que os banners fixos variem entre si, as pessoas já esperam que, ao entrar num site, tenha aquele anúncio na área nobre, outro do lado esquerdo e mais um, menorzinho, do lado direito. Ou seja, nosso cérebro já está programado para receber essa informação e, de certo modo, ignorá-la.

Por outro lado, o On-site Message surpreende. Especialmente por ser um canal um pouquinho diferente daquele que o usuário está acostumado a ser impactado. O resultado? Identificamos que ele converte até 4 vezes mais que banners nativos.

E não é à toa. Imagina: aquela notificação aparece ali no cantinho direito e, mesmo menorzinha, chama a atenção das pessoas. Melhor ainda se a mensagem que chegar for personalizada, com uma boa dose de People Marketing.

E o que eu posso fazer com esse canal?

Como vimos, o On-site Message é uma ferramenta muito flexível, que se adequa às demandas das marcas, permitindo que as empresas explorem diferentes regras e segmentações para guiar a navegação dos usuários. Vai aí alguns exemplos?

Vamos supor que sua marca venda azeites e queira colocar uma comunicação via On-site Message para aparecer em algumas páginas do blog. Nesse caso, uma alternativa é aplicar ao On-site Message filtros de segmentação por URL, por exemplo.

Exemplo 1 de aplicação do on-site message

Assim, quando esse visitante acessar páginas com URLs específicas – como uma de um post que fale sobre como degustar azeites, ou sobre o seu benefício para a saúde – já vai receber uma mensagem chamando para que ele leia outro material ou veja produtos relacionados com aquele conteúdo.

Outra ideia é usar o On-site Message em páginas de produtos, para estimular a conversão, seja através de vendas cruzadas (cross-sell) – isto é, oferecendo algum acessório ou produto que possa complementar aquele pelo qual a pessoa se interessou – ou dando vantagens como descontos e brindes.

 

Por exemplo, se a página de um casaco tem muitos acessos, você pode programar para que o On-site Message apareça para todas as pessoas que caírem nessa URL. Assim, se seu visitante está namorando um casaquinho, nesse meio tempo pode receber uma mensagem oferecendo 10% de desconto na peça. Quem resistiria?

Exemplo 2 de aplicação do on-site message

Ou ainda, a mensagem pode levar uma indicação de blusinha que seria o par perfeito para aquele casaco. Uma boa chance de aumentar o ticket da venda, né?

Exemplo 3 de aplicação do on-site message

Ainda usando segmentação por URL, dá também para programar campanhas de On-site Message para aquelas páginas de produto que têm muito acesso, mas uma baixa taxa de conversão. Nesse caso, uma boa estratégia é lançar algum incentivo, como um cupom de desconto, ou dar aquele senso de urgência, avisando que uma determinada promoção acaba logo.

Exemplo 4 de aplicação do on-site message

Um outro hack legal é aplicar On-site Messages naquelas páginas de produtos que são muito acessados, mas que estão temporariamente fora de estoque. Isso porque você pode indicar outro item que seja parecido ou tenha a mesma utilidade e não correr o risco de perder a venda.

Exemplo 5 de aplicação do on-site message

Quer ter esse conteúdo salvo em pdf, para consultar quando quiser?

Clique para baixar 🙂

Quem já usa e tá arrasando

Sim, a gente te mostrou algumas das formas mais básicas de usar o On-site Message para engajar o seu público e aumentar suas oportunidades de vendas – e acredite, isso já vai fazer uma baita diferença nos seus resultados.

Por outro lado, se você quer ir além e fazer como algumas das grandes marcas, dá para brincar muito com o canal. Aqui na Social Miner a gente percebeu que, com o tempo de uso, nossos clientes foram ficando cada vez mais à vontade com a ferramenta e usando o On-site Message de forma criativa.

Um dos destaques vai para criação de campanhas baseadas no gamification, que instigam os visitantes a participar de desafios, responder charadas e acumular premiações, como descontos ou brindes.

Um exemplo disso é o case do Extra, que usou uma data nada comercial – uma sexta-feira, 13, dia do azar – para lançar uma charada para os seus visitantes e, em troca, ofereceu descontos para quem descobria o personagem ícone da série cinematográfica homônima.

Quer ver todos os detalhes da estratégia do Extra? Clica aqui para baixar o case completo 🙂

Outra empresa que apostou no gamification foi o Ponto Frio. No Dia do Orgulho Nerd, eles também lançaram uma brincadeira convidando seus usuários a clicar no produto essencial para o mochileiro das galáxias, por exemplo. Quem é fã dessa série literária vai saber a resposta – e eu não vou dar spoiler! Mas aqui vai uma dica: é felpuda, aquece e pode ser usada numa batalha corpo a corpo.

Maravilhoso, né? E mais: não é regra, mas em geral essas campanhas premiam os visitantes que engajam com descontos para compras no site, por exemplo. Afinal, quando uma ação como essa vem acompanhada de um incentivo, tende a gerar mais conversão.

Conclusão

O canal On-site Message está para o seu e-commerce assim como um bom vendedor está para uma loja física. Ou seja, ele não existe para trazer o cliente para dentro do seu site, mas sim para guiá-lo na sua jornada de compra, oferecendo o que ele precisa para avançar nesse funil.

E como ele faz isso? Envolvendo o usuário em narrativas interessantes e estimulando sua navegação por páginas específicas, definidas de acordo com a estratégia da própria empresa. O canal converte até 4 vezes mais que banners nativos e gera muito engajamento. E, como a gente viu, engajar o seu público, vende – e muito.

Bora começar a fazer?

Quero!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *