Dia do Cliente e Semana do Brasil - dados e estratégias para vender mais

Dia do Cliente e Semana do Brasil: dados e estratégias para vender mais

Comemorado em 15 de setembro, o Dia do Cliente é uma data comercial que agita o varejo — inclusive o varejo virtual. Estrategicamente posicionado entre o Dia dos Pais, em agosto, e o Dia das Crianças, em outubro, a data é mais uma oportunidade para que as lojas lancem boas ofertas, atraiam novos leads e vendam muito, é claro.

Só que o que já era bom ficou ainda melhor em 2019, quando o governo lançou a Semana do Brasil. Também chamada de “Black Friday da Independência”, a iniciativa comemora o feriado homônimo, convidando as lojas a estenderem as promoções por até mais de uma semana. 

O resultado? No ano passado os e-commerces faturaram impressionantes R$2,2 bilhões entre os dias 6 e 15, crescendo mais de 30% em relação ao mesmo período de 2018. 

Diante de tanto potencial, naturalmente suas expectativas devem estar altas para este ano, certo? E se você ainda está em busca de razões para investir no Dia do Cliente, nosso especialista em People Marketing, Silas, tem alguns dados para compartilhar com você: 

O público quer saber: o Dia do Cliente e seu potencial

Se você tem contato ou mesmo trabalha no varejo, provavelmente ouviu falar do Dia do Cliente. No entanto, pode ficar surpreso ao saber que nossa pesquisa de intenção de compra revelou que, em 2019, 55% do público não conhecia o evento

Porém, após receber uma breve explicação sobre a data, o mesmo estudo indicou que 43% dos consumidores pretendiam aproveitar as ofertas do período. E mais: outros 37% estavam na dúvida — na certa esperando um bom incentivo ($$) da sua marca. 

Então, se você está planejando ou quer incrementar suas ações, que tal ficar por dentro de alguns dados históricos sobre o Dia do Cliente e Semana do Brasil? Fizemos uma análise de todos os nossos relatórios e pesquisas sobre a data para te trazer highlights sobre o evento, além de dicas valiosas para suas estratégias e vendas. Bora?

Quando as pessoas começam a buscar por ofertas?

Um estudo recente, feito em parceria com Ideris e Carrefour Marketplace, revelou que o engajamento do público tende a se intensificar a cerca de 15 dias do início do evento.

Em 2018, por exemplo, o tráfego nos sites atingiu seu maior pico registrado no período no dia 3 de setembro, a 12 dias do Dia do Cliente. Já em 2019, a primeira grande onda de acessos nos e-commerces aconteceu a 17 dias da Semana do Brasil. 

Gráfico mostra variação no tráfego dos e-commerces durante o Dia do Cliente e Semana do Brasil 2019

E o que fazer com esse tráfego?

Durante o Dia do Cliente e Semana do Brasil de 2019, a curva de sign ups nos sites acompanhou a variação nas visitas, sendo que dois dos três principais picos de cadastros — nos dias 20 de agosto e 11 de setembro — coincidem. 

Gráfico mostra variação nos cadastros nos e-commerces durante o Dia do Cliente e Semana do Brasil 2019

Portanto, nossa dica é: aproveite o tráfego para lançar também campanhas cadastro. Assim, sua empresa pode arrecadar mais leads, trabalhá-los durante o evento e ainda mantê-los conectados para criar novas oportunidades de conversão no futuro. 

Onde pesquisam e compram?

Nosso relatório de 2019 mostra que, apesar de 32% dos consumidores terem usado os dispositivos móveis para pesquisar por ofertas de Dia do Cliente, a maioria (76%) optou por fechar o pedido no desktop. 

Vale destacar, porém, que esse comportamento varia de acordo com o segmento do seu negócio e até com a afinidade do seu público com os diferentes meios. Sendo assim, vale entender o perfil dos seus clientes e criar estratégias que incentivem o engajamento e conversão nos canais com maior potencial para a sua loja. 

Outra questão que assistimos surgir — especialmente neste contexto pós-covid-19 — é a popularização do consumo online. Tanto que uma pesquisa que fizemos em parceria com o Opinion Box aponta que, no Dia do Cliente de 2020, a maior parte do público deve pesquisar e fazer suas compras online, especialmente através de sites e apps. 

Gráfico revela o que deixaria o consumidor mais confortável ao comprar durante o Dia do Cliente e Semana do Brasil 2019

Só que esse movimento não significa que o consumidor está migrando do varejo físico para o virtual. Pelo contrário: ele está cada vez mais flexível, adotando uma jornada de compra omnichannel

Com isso vem a necessidade de que as marcas acompanhem essa tendência, explorando mais canais de venda, possibilidades de entrega e atendimento. 

Criando estratégias omnichannel

Numa estratégia omnichannel, o seu objetivo é ajudar o cliente a chegar ao que ele precisa, onde quer que ele esteja — seja no seu e-commerce, no aplicativo, na loja física do shopping… 

Portanto, se ele opta por comprar online, mas precisa do produto imediatamente, por que não permitir que retire o item na loja física mais próxima? 

Da mesma forma, se uma pessoa vai até seu estabelecimento atrás de uma mercadoria e não encontra seu tamanho ou a cor que desejava, por que perder essa venda quando é possível aplicar um QR Code a etiqueta do produto, direcionando o cliente para o site onde o estoque é garantido e ele poderá finalizar a compra e — melhor — sair satisfeito?

Fique de olho para não perder venda

Datas como o Dia do Cliente e Semana do Brasil tem um apelo comercial muito forte. O que significa que bons preços e promoções são fatores essenciais para atrair o consumidor até a sua loja. 

Mas são outros aspectos, mais relacionados a experiência, que vão fazer com que essas pessoas finalizem a compra. 

Itens como boas condições no frete; confiança na loja; e a variedade dos produtos são essenciais para manter seus potenciais clientes engajados.

Gráfico mostra o que faria o consumidor desistir da compra no Dia do Cliente 2020

A importância do frete

Se antes da crise as questões relacionadas ao frete já eram sensíveis para o consumidor, agora se tornaram um fator decisivo para compra. Tanto que 57% desistiriam de uma compra no Dia do Cliente se o valor cobrado pela entrega fosse ruim e outros 39% pelo prazo. 

Isso significa que, mesmo diante de uma excelente oferta, se o frete não for vantajoso é bem provável que o seu cliente deixe a loja sem fechar o pedido.

Portanto, fique atento. Especialmente porque, no evento de 2019, o valor médio cobrado pelo frete foi 3,9% maior do que apurado nos 10 dias que antecederam a data.

Fidelização

Você acompanha suas métricas de retenção? Sabendo que chega a ser 5 vezes mais barato manter um cliente do que conquistar um novo, é preocupante saber que, em 2018, a taxa de recompra no Dia do Cliente foi de apenas 7,3%. 

Já em 2019, o resultado é pior. Somente 2,76% dos usuários que compraram entre os dias 06 e 15 de setembro tinham convertido na mesma loja durante o período equivalente do ano anterior. 

Incentivando a recompra

Que tal lançar campanhas exclusivas para aqueles clientes antigos da casa? Uma opção é usar cupons de descontos progressivos. Isto é: quanto mais ele compra, maior é o “prêmio”. 

Mas você pode também apostar em algo personalizado: uma carta ou uma lembrancinha, que faça esse público se sentir especial. Inclusive, nosso Guia para oferta de benefícios aponta que vantagens não-financeiras, como brindes e trocas de produtos, são mais eficientes nas estratégias de fidelização.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *