Como vender no instagram: rede social cria recurso para varejo de produtos

Rede social cria recurso para varejo de produtos

Há muito tempo o Instagram já funciona como uma vitrine de produtos para os e-commerces que sabem explorar a ferramenta e sua base de seguidores. Lá, as lojas apostam em imagens de inspiração, em construir o conceito da marca e em despertar o desejo dos seus consumidores não só pelos produtos, mas no que eles representam como estilo de vida.

Segundo o próprio Instagram, cerca de 200 milhões de usuários interagem com páginas de varejo pelo aplicativo. Um baita mercado para sua empresa se dar o luxo de ficar de fora.

Não à toa, muitos usuários e fãs das marcas gostariam de poder comprar aqueles produtos no ato. Mas vira e mexe, os vendedores perdem essa oportunidade porque os consumidores se sentem desmotivados a deixar o app, acessar o site, confirmar e-mail, etc. Afinal, quem nunca abandonou uma comprinha por preguiça?

Não seria muito mais fácil poder vender seus produtos num clique, bem rapidinho? Sem ter que convencer seu visitante que vale a pena passar por todo o processo tradicional – e, infelizmente, muitas vezes engessado – da compra online? Pois, minha gente, isso já é uma realidade.

É novidade

O Instagram lançou um recurso de vendas na sua plataforma. Desde o dia 20 de março, os sites de varejo online que têm uma página na rede social passaram a poder inserir uma tag de compra naqueles artigos expostos na imagem compartilhada. Dessa forma, o usuário pode clicar no produto e finalizar o pedido sem nem mesmo sair do app. Incrível, né?

A ferramenta já estava sendo testada em lojas virtuais selecionadas nos Estados Unidos desde Outubro de 2017, bem a tempo para as campanhas de Black Friday, Cyber Monday e Natal da gringa. Como o resultado foi positivo, o recurso chegou agora não só ao Brasil, mas também a países como Canadá, Espanha e Reino Unido.

E como funciona?

Batizado de Shopping, o recurso permite marcar o nome e valor dos produtos na imagem, assim como marcamos os perfis de amigos nos nossos retratos, por exemplo. Os itens disponíveis para compra aparecem marcados com uma bolinha branca e, nas fotos em que estão presentes, aparecem ícones de ‘sacola de compra’, como no exemplo abaixo.

Como vender no instagram: rede social cria recurso para varejo de produtos

Como vender no instagram: rede social cria recurso para varejo de produtos

Ao clicar no objeto ‘desejo’, aparecem mais detalhes sobre o produto e ao selecionar o favorito, a página do e-commerce é aberta, dentro do app. O visitante pode, então, selecionar os atributos como tamanho, cor, quantidade e efetuar sua compra normalmente. Uma vez finalizada a venda, basta que o consumidor feche a janela do e-commerce para voltar a navegar pelo Instagram, de onde parou.

Segundo o Instagram, a nova função Shopping permite que seus usuários encontrem coisas novas, de marcas que eles adoram, e que empresas encontrem oportunidades de construir relacionamentos com esses valiosos clientes.

Isso é que é oferecer uma experiência de compra muito mais eficiente e agradável para o consumidor, não é não? E isso tem tudo a ver com a Social Miner e com fazer People Marketing.

  Conheça a gente! 🙂 ➤

Imagens: Instagram / reprodução Animale

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *