Banner-1801-a

Venda por engajamento: 7 dicas para você se tornar um expert

Querer alcançar resultados diferentes (e maiores) fazendo as mesmas coisas é loucura. Por isso, se as suas taxas de conversões estão mais estáveis que mar sem onda, tá na hora de apostar em novas estratégias. Uma das opções menos exploradas do mercado é a venda por engajamento. Com ela, você pode otimizar seus resultados e bater as metas mês a mês.

Parte desse processo envolve deixar a visão imediatista um pouco de lado para apostar em um planejamento de médio e longo prazo, que seja coerente com o faturamento que você deseja.

Separamos algumas dicas para te auxiliar nessa transição e para fazer com que os seus resultados em venda por engajamento sejam muito melhores do que o esperado.

#1 Mude o seu mindset

Trabalhar com venda por engajamento significa, antes de tudo, acreditar que os seus resultados podem ir muito além das compras feitas por impulso e que é possível conquistar vendas sem ser 100% dependente de divulgações massivas e de mídia paga.

Para que isso aconteça, você deve mudar a sua forma de pensar: é preciso planejar mais, trabalhar menos sob demanda e ter paciência para ver os primeiros resultados de uma estratégia de venda por engajamento acontecerem.

Pode ser que você passe 1, 2 ou até 3 meses trabalhando muito e vendo poucos resultados.  Mas acredite: quando eles começarem a chegar, terão um alto nível de escalabilidade pela capacidade de automatização.

O segredo é continuar trabalhando duro mesmo com poucos resultados iniciais. Aproveite essa experiência para criar o hábito de não gerir os negócios com uma visão extremamente imediatista.

#2 Exercite a sua capacidade de empatia

O grande segredo de uma venda por engajamento bem feita é a capacidade de conseguir se colocar genuinamente no lugar do outro, que nesse caso, é a pessoa que demonstrou algum nível de interesse no que o seu e-commerce pode oferecer.

Isso exige que você entenda que ela pode estar em diferentes momentos da jornada de compra: pode ser que ela esteja querendo aprender mais sobre um determinado assunto ou produto, que queira resolver um problema ou já esteja tomando uma decisão de compra. O nível de maturação de cada um é diferente.

Para exemplificar, vamos usar a história do Gustavo. O Gustavo tem 21 anos mas sonhava aprender a tocar bateria desde que era criança. Ele deixou esse desejo de lado por muito tempo, mas finalmente resolveu fazer algumas aulas.

Antes de experimentar, ele foi ao Google em busca de algumas dicas para iniciantes e acabou encontrando um vídeo feito por um e-commerce de instrumentos musicais.

Depois de 2 meses, ele começa a levar o hobby realmente a sério e quer comprar uma bateria. Adivinha qual foi o primeiro lugar que ele foi procurar? Isso mesmo, o e-commerce que o ajudou quando ele precisou.

Para ficar mais fácil de visualizar todas as etapas que Gustavo passou e o tipo de conteúdo que procurou em cada uma, dê uma olhada nessa tabela:

venda por engajamento - jornada de compra

Percebeu como ao longo de um período de tempo Gustavo foi criando um relacionamento com a marca para só depois comprar?

A lógica da venda por engajamento é essa.

#3 Segmente

A partir do momento em que você tem pessoas cadastradas na sua base de contatos, explore-a de diferentes formas. Segmente pelos interesses indicados em um formulário de cadastro, pela data de aniversário, pela recorrência de compras, pelas páginas visitadas…

As possibilidades são muitas e o seu trabalho é pensar em cada uma delas para definir quais são as segmentações mais estratégicas. A partir daí, a ideia é entregar um conteúdo personalizado para cada um dos grupos.

Lembre-se que a venda por engajamento também pode fazer quem já comprou de você voltar para comprar mais.

O mais importante aqui é fazer com que a segmentação pare de ser somente um discurso e vire uma regra, um fator crítico de sucesso para o seu negócio vender mais.

Se precisar de uma ajudinha, clique aqui e fale com nossos especialistas.

#4 Antes de querer vender, busque ser útil

Já reparou em como as pessoas acham vendedores chatos?Como elas acham que as recomendações deles são sempre ruins? Como elas têm a concepção de que eles só existem para fazê-las tirarem do bolso o dinheiro conquistado com tanto trabalho? Pois é…

Se você só abordar o seu público querendo vender, eles terão a mesma ideia da sua empresa, lembrando da sua marca como algo chato e que só quer se beneficiar.

Por isso, antes de querer vender alguma coisa, faça por merecer a confiança do futuro cliente.

Lembre-se que um dos gatilhos mentais mais poderosos que conhecemos é a reciprocidade. Temos uma tendência natural a querer retribuir àquilo ou àquele que nos gera valor de alguma forma.   

Ou seja, se o seu conteúdo agrega e soluciona algum tipo de problema que o cliente tem, quando ele precisar comprar algo, irá querer retribuir e naturalmente, escolher comprar no seu e-commerce ao invés de optar pela concorrência.

#5 Crie relacionamentos

Como você já deve ter percebido, o pilar central da venda por engajamento é conseguir criar relacionamentos verdadeiros com o seu público.

É preciso que você se lembre dele quando ele não quiser comprar, quando ele estiver precisando de uma ajuda ou dica que sua marca pode dar. Muito disso, envolve o item 4, não é?

#6 Explore diferentes canais

Para conseguir aumentar o seu faturamento por meio da venda por engajamento, você pode utilizar vários canais: e-mail marketing, notificações ou anúncios no Facebook e no Google Chrome são algumas das opções mais comuns e que podem gerar ótimos resultados.

O importante é conhecer bem o seu público e as peculiaridades de cada canal para ser o mais assertivo possível, usando aqueles que são responsáveis por melhores resultados.

No e-mail, por exemplo, você pode trabalhar conteúdos mais densos, longos e informativos enquanto as notificações precisam ir direto ao ponto, com muita objetividade.

#7 Teste, mensure e adapte

Você não vai saber o que dá certo e o que não funciona até testar. Por isso, se guie pela ideia de “antes feito do que perfeito”. O importante é ir acompanhando de perto a estratégia para descobrir como gerar cada vez mais resultados investindo mesmo.

A dica de ouro aqui é testar, testar, testar e ser rápido para fazer esses ajustes.

Se quer sair à frente da concorrência, leve isso à sério e comece, mesmo que o seu plano ainda não esteja muito claro. Confie que você vai descobrir a direção certa ao longo do caminho.

Algumas métricas que não podem ficar de fora do seu radar são as conversões (nº de visitantes x nº de leads; nº de leads x nº de compradores), custo por clique e comparação de taxas de abertura e clique entre textos e imagens usadas para promover o mesmo objetivo.

E aí, você está pronto para se tornar um expert em venda por engajamento?

Depois dessas dicas, tenho certeza que sim!

Se quiser continuar estudando sobre o assunto, clique aqui e dê uma olhada nesse outro artigo sobre o tema.  

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *