7 segredos das estratégias campeãs de carrinho abandonado

6 segredos das estratégias de carrinho abandonado campeãs

No mundo virtual, quando alguém coloca um produto no carrinho, isso não significa necessariamente que ela vai comprá-lo.

Quem nunca ficou namorando aquela passagem para a Ásia ou uma camiseta nova, chegou a colocar tudo no carrinho, mas já na página de check-out, resolveu pensar mais um pouquinho… E se as férias não coincidirem com a data da viagem? E será que a você realmente precisa de uma camiseta nova?

Seja por indecisão, pelas tarifas adicionais ou por não confiar no sistema de pagamento, as taxas de carrinho abandonado do e-commerce brasileiro atingem uma média de 83%. E se você ainda não trabalha esse tipo de campanha, tá perdendo bastante em faturamento.

Quem já começou a trabalhar com estratégias focadas nesse público tem percebido o poder na recuperação de carrinhos abandonados para o aumento do faturamento. E é até um pouco previsível que os resultados sejam realmente altos.

Afinal, esses quase-clientes chegaram até as etapas mais avançadas da jornada de compra, interagiram com o site e demonstraram interesse claro em um produto. São pessoas muito qualificadas e que devem, portanto, ser valorizadas pela sua marca.

Case de sucesso

Uma pesquisa da Forrester escolheu 3 segmentos para mostrar a taxa de abandono de carrinho de cada um deles e os resultados com campanhas de recuperação, feitas somente através de estratégias de e-mail marketing. O resultado foi o seguinte:

Pesquisa da Forrester mostra resultados de ações para recuperar taxas de abandono de carrinho

Mesmo se restringindo a um canal – no caso, o e-mail marketing –, as taxas de abertura, CTR e conversão por cliques registradas em todos os setores foram bem altas. Ou seja: se fazendo o básico as taxas já vão lá em cima, imagina se você sair um pouquinho da caixa e explorar outras possibilidades e canais de comunicação?

Pensando nisso, separamos 6 estratégias de carrinho abandonado campeãs, para que o seu e-commerce se torne referência nesse quesito!

#1 Descomplique

A lógica aqui é uma só: quanto mais simples for o processo de check out, mais fácil será para o cliente realizar uma compra. Se tudo for fluido e a navegação for intuitiva, você não vai dar margem para que ele pense em outras coisas.

Agora, se o sistema de pagamento for externo a sua página, por exemplo, pode rolar aquela desconfiança. Ou se você pede pra ele preencher um formulário gigantesco, cheio de informações que não serão usadas para nada, além de poder estar violando alguma norma de privacidade prevista na lei, pode ainda despertar aquela preguiça no seu consumidor.

“Ah, mas então, como eu garanto um processo de check out bem redondo?”. Bom, para escolher o melhor modelo para o seu negócio, a gente recomenda muitos testes A/B.

Eles vão te ajudar a descobrir qual é a melhor forma de fechar a conversão – excluindo etapas de cadastro, automatizando a captura de dados de localização, gravando métodos de pagamento para futuras compras? – e garantir que as taxas de carrinho abandonado sejam menores.

A única certeza é que a experiência do usuário dentro do seu site é um dos fatores críticos de sucesso para garantir conversões.

#2 Tenha ações claras para o pós carrinho abandonado

O primeiro passo para ter uma estratégia focada em resgatar carrinhos abandonados é saber como estão as taxas.

  • Qual é a média de carrinhos abandonados do seu e-commerce?
  • Quantos voltam depois e convertem em vendas?
  • Quanto tempo esses consumidores demoraram para voltar?

A partir dessa análise, você pode traçar um plano de ação que seja mais ou menos agressivo, dependendo das metas que quer alcançar.

A ConversionXL, por exemplo, liberou alguns dados de campanhas de e-mail marketing, voltadas para carrinho abandonado. Eles mostraram dentro de quanto tempo as mensagens foram enviadas após o abandono e o impacto dessa ação na taxa de abertura, clique e receita gerada por cada ação. Dá só uma olhada:

ConversionXL libera dados de campanhas voltadas para carrinho abandonado

Além disso, é bom lembrar que o seu lead pode ser impactado em diversos canais, não só o e-mail. E quanto mais assertiva for a sua mensagem, melhor serão os resultados. Nessa campanha de carrinho abandonado que fizemos, por exemplo, escolhemos uma Notificação Push no Chrome para relembrar o usuário o quão perto ele estava de fazer uma excelente escolha para sua carreira profissional.

Notificação Push usada em ações de resgate de carrinho abandonado

#3 Invista no atendimento

Quando vamos até uma loja física, é possível tirarmos todas as dúvidas a respeito de um produto ou serviço com um vendedor ou até mesmo no caixa. Mas, ao optar pelo varejo online, essa camada de atendimento pode não ser tão simples de acessar.

E sim, esse é um dos motivos que pode estar aumentando as suas taxas de carrinho abandonado. Isso porque dificilmente alguém vai comprar algo se ainda estiver com dúvidas. Principalmente se o item escolhido tiver um ticket alto.

Mas que negócio pode se dar ao luxo de perder vendas porque as pessoas simplesmente não conseguem esclarecer as suas dúvidas a respeito do que estão escolhendo comprar?

Para contornar essa barreira, criar uma seção de dúvidas frequentes, reunindo as questões mais comuns que você recebe pelo e-mail, Facebook ou por qualquer outra forma de contato são uma excelente opção para otimizar o atendimento. Essas respostas podem ajudar o cliente tanto antes, durante ou mesmo após a compra.

Além disso, ter um chat online é um item quase essencial para um e-commerce. Assim, as perguntas do consumidor podem ser respondidas imediatamente, não se tornando objeções para a conclusão do pedido.

Agora, se a sua empresa ainda não pode deixar um chat funcionando dentro da sua loja virtual, dá para oferecer formulários simples para que os usuários consigam enviar as suas dúvidas e que sejam também bem mais rápidos para responder.

Lembre-se que na hora da decisão de compra, timing é tudo!

#4 Sem surpresas

Ser transparente com o cliente desde o início é, com certeza, um dos segredos para evitar o alto número de carrinhos abandonados.

A pior coisa que existe é estar super empolgado para comprar algo e aí, já na página de pagamento, descobrir que existem taxas extras que simplesmente apareceram SÓ no momento de inserir os dados do cartão.

Esse é um cuidado, principalmente, para quem trabalha com produtos importados. Saiba que esses encargos – sejam relativos à postagem do item ou de impostos –, que não aparecem até chegar a hora de fazer o check out, desagradam muito o consumidor.

Ele se sente um enganado e tem as expectativas quebradas, sabe? Então ter uma ferramenta de calculadora junto com o carrinho pode ser uma boa saída para que o cliente tenha noção do total da sua compra.

Além disso, preocupe-se em deixar claro qual será o valor do frete e se possível, ofereça opções de envio para que o seu cliente escolha qual lhe atende melhor.

#5 Estimule a compra oferecendo benefícios

Qual benefício você poderia oferecer para os clientes que abandonam o carrinho? Quem sabe, essa “vantagem” não é o empurrãozinho que eles estão esperando para efetuar a compra?

Frete grátis, desconto, um brinde que tenha a ver com o produto abandonado… Você pode testar cada uma dessas opções para ver o que funciona melhor com cada público. O importante é pensar em um benefício que seja sustentável, escalável e que garanta uma boa margem de lucro para o negócio.

#6 Humanize a sua comunicação

Para conseguir transformar um carrinho abandonado em um pedido feito, você não pode ser chato. Não adianta forçar e querer empurrar um produto ou serviço goela abaixo do consumidor.

Você mesmo, quando vai assistir um vídeo no YouTube fica louco para pular os anúncios do início, não fica? Ninguém mais quer ser impactado por propagandas invasivas.

É por isso que o People Marketing pode ser uma das suas estratégias campeãs. Falar com o consumidor de forma mais pessoal e pelos canais certos são a melhor forma de ter altas taxas de conversão, sem precisar “perseguir” o cliente por cada canto em que ele navega.

Olha que exemplo bacana da Oppa, com uma linguagem leve e com a intenção de relembrar o consumidor daquele desejo latente de mexer na decoração de casa.

Exemplo de linguagem humanizada, usada em ações de resgate de carrinho abandonado

Quer saber mais sobre campanhas de carrinho abandonado? É só clicar aqui para falar com um dos nossos especialistas 😉

Comments

comments

Um comentário em “6 segredos das estratégias de carrinho abandonado campeãs”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *